Serviços

Nosso propósito é alcançar o objetivo de nossos clientes

NOSSOS SERVIÇOS

Estruturação de Empresas

Fazemos um diagnostico completo de sua empresa afim de adotar novas políticas, avaliar as práticas e adotar novas, avaliar o desempenho dos profissionais da empresa, efetuar uma análise do mercado em que atua para verificar a participação que exerce dentro deste e até mesmo aventar a possibilidade de se explorar novos nichos. Enfim, avaliar o que é preciso para que a empresa cresça e se desenvolva de maneira que mantenha o seu equilíbrio e a saúde financeira da empresa, de modo a satisfazer seus interessados, tanto internos quanto externos.

Dessa forma, quando falamos em reestruturação estamos falando de uma avaliação geral da empresa, de todos os setores apresentando e expondo as medidas necessárias para reestabelecer o equilíbrio. Mas na maioria das vezes que escutamos falar ou comentários sobre esse termo, lembraremos de que reestruturação esta intimamente ligada com “demissão de funcionários”. Alguns até o usam para esse fim mesmo, mas não é bem dessa forma que deveriam usá-lo.

Então para eliminar algumas duvidas e esclarecer alguns pontos, efetua-se uma “Reestruturação Empresarial” ou usa-se este termo quando:

– A empresa busca um ajuste ou mudança para continuar sobrevivendo, aumentando seu lucro, produzindo maiores resultados para seus acionistas ou donos. Este processo pode ser usado para qualquer situação e em qualquer etapa, mas sempre deverá começar com um diagnóstico com o único objetivo de se apurar e avaliar os riscos que serão corridos, as oportunidades de mudanças e principalmente, avaliar os pontos positivos e negativos de se executar tal mudança. Seria uma revisão no planejamento estratégico da empresa.

Logo, utiliza-se esta estratégia nas situações:

– Quando da aquisição ou fusão de outra empresa;

– Quando existe a necessidade de mudança no segmento de atuação da empresa ou um reposicionamento mercadológico com a finalidade de reforçar sua posição;

– Quando a empresa está atravessando dificuldades financeiras, queda nos negócios, dividas com bancos etc.;

– Quando a empresa tem a necessidade de ser mais enxuta, pois existe um excesso de cargos, funções, níveis hierárquicos e burocracia;

– Quando a empresa necessita de uma mudança global em virtude de seu envelhecimento ou a crescente ameaça, devido ao desenvolvimento e crescimento de seus concorrentes.

As modalidades de Reestruturação:

1 – Geral – Quando começa-se a perceber que a empresa envelheceu, ou esta envelhecendo, ou a sua concorrência vem crescendo e tomando parte do mercado. Abrange todos os setores, funções e cargos da empresa. Aplica-se quando há a necessidade de uma reorganização global.

2 – Mercadológica ou de Mercado – Normalmente para se evitar que uma empresa chegue nesse ponto, seus “gestores e executivos” possuem uma avaliação mensal, mas caso não ocorra, ou seja, mal executada e chegue nessa situação é por que as vendas ou negócios da empresa estão necessitando de um reforço através de ações de Marketing como propaganda, publicidade, promoções, ações de pré e pós-vendas, campanhas de merchandising e etc., por estarem estagnados ou estarem regredindo ao invés de evoluírem.

3 – Financeira – Esta é utilizada quando a empresa tem um passivo muito elevado (dívidas), com bancos e paga juros muito elevados. Normalmente é nesta situação onde a empresa começa a efetuar corte de funcionários, renegociação de dívidas, comercialização de patrimônios, vendas de ativos etc. Podemos dizer que se a empresa chegou nesse ponto, alguém não enxergou ou deixou que chegasse.

4 – Organizacional – Quando a empresa tem a necessidade de ser mais simplificada e modernizada. Começa-se aqui a eliminação de cargos, funções e os excessos de níveis hierárquicos, falta coordenação e excesso de burocracia. Exemplo: quando em uma equipe existem mais de “2 gestores” que possuem na teoria a mesma funcionalidade. (Este tipo de situação pode ser facilmente encontrada em empresas de telecomunicações).

5 – Informatização (TI) – Na maioria das vezes, principalmente em empresas de pequeno e médio porte, os sistemas de informação necessitam de atualização e revisão devido a falta de sincronismo, relação das interfaces com seus usuários e a falta de uma visão gerencial. Uma atualização em seus sistemas de informatização e na sua infraestrutura tecnológica torna a empresa mais eficaz e eficiente.

6 – Estratégica – Não podemos esquecer que o mercado globalizado possui uma evolução e exigências constantes, logo efetuar uma reavaliação dos conceitos e das estratégias escolhidas pela empresa, melhorando e até mesmo efetuando algumas alterações. Este processo pede uma análise e avaliação mais profunda; identificar os pontos fortes e fracos da empresa e reavaliar se esta segue no rumo determinado em seu planejamento estratégico, caso contrário correções devem ser providenciadas rapidamente.

E para que servem estas reestruturações?

Em primeiro lugar, para promover uma maior modernização da empresa; segundo proporcionar maior eficiência nos negócios e mercados onde ela atua, aumentando seus lucros e diminuindo seus gastos e desperdícios; terceiro proporcionar melhores condições para enfrentar seus concorrentes; quarto proporcionar maior chance de sobrevivência e permanência no mercado; quinto reavaliar seus produtos e promover as atualizações necessárias e o lançamento de novos produtos; sexto eliminar cargos e funções duplicadas onde existem dois ou mais “gestores” para supervisionarem a mesma equipe (isso normalmente é encontrado nas empresas de telecomunicações).

Efetuando uma comparação bem simplificada, é como quando estamos doentes, procuramos um médico para diagnosticar qual é a doença e administrar um remédio e tratamento que nos cure. Com a empresa acontece a mesma coisa. Quando se percebe que algo não esta indo muito bem, se procura diagnosticar o que de errado esta ocorrendo e apresenta-se uma solução para o problema. Isso é reestruturar.

Agora, quando se utiliza constantemente desse “remédio” é sinal de que existe algo muito mais errado; é um sinal de que a empresa esta muito mais comprometida do que realmente aparenta.

Internacionalização de Empresas

Fazemos todo o assessoramento em comercio exterior de sua empresas, desde a  habilitação do radar( autorização para importação e exportação) de sua empresa junto a receita federal.

Prospecção internacional, acompanhamento de importação e exportação e regimes alfandegários   e condução de processos e procedimentos aduaneiros.

O mundo dos negócios envolve uma série de tipos de negociações e ainda mais quando se trata de empresas com atuação internacional.

Por isso, contar com profissionais devidamente capacitados a agir da melhor forma possível em cada etapa de uma negociação, como na articulação com fornecedores, controle da qualidade dos produtos e distribuição das mercadorias, é fundamental para que as corporações consigam obter os melhores resultados possíveis a partir de sua atuação no comércio exterior.

Neste contexto, uma assessoria em comércio exterior coloca-se ao lado de gestores das mais diversas áreas para obter o máximo que cada negociação pode proporcionar de benefícios econômicos e mercadológicos à empresa assessorada.

Neste contexto, os serviços profissionais de uma assessoria em comércio exterior permitem negociações internacionais mais seguras, assertivas, em um tempo relativamente mais rápido por contar com profissionais especializados nas exigências e formas de negociação dos mais diversos segmentos do mercado.

Ao mesmo tempo, uma negociação que conte com uma assessoria especializada apresenta-se como sendo muito mais eficiente, ao modo em que tende a contar com os melhores processos no que diz respeito a exigências burocráticas e tramites legais, evitando assim, as chances de haver qualquer tipo de erro nas negociações.